Biografia


Moises Diniz

          Em meados do ano de 2002, num simpático café na Zona Norte de São Paulo onde trabalhava, tive a oportunidade de conhecer o trompetista Luciano Melo, um músico notável, com quem conversei longas noites sobre música e sobre minha vontade de ser flautista. Foi numa destas noites que Luciano me apresentou outro músico notável, o flautista Marcos Kiehl, com quem tocava na OER (Orquestra Experimental de Repertório).

       Marcos Kiehl, além de ser um dos maiores instrumentistas brasileiros, desenvolve um exímio trabalho em reparos e manutenção de flautas e píccolos, no qual alcançou grande notoriedade nacional e internacional.

      Uma semana após conhecê-lo comprei minha primeira flauta, uma Yamaha modelo estudante, e comecei a estudar flauta transversal. Minhas conversas com o Luciano transformaram-se em aulas de teoria musical, e com o Marcos tive as primeiras dicas de técnica do instrumento, aprofundadas posteriormente pela flautista e professora Bebel Ribeiro, consolidando assim minha paixão por este instrumento.

         Sempre que minha flauta precisava de reparos procurava o Marcos. Decorreram-se alguns anos, e, numa das vezes que levei minha flauta para fazer alguns ajustes, percebendo meu interesse por este ofício, me perguntou: "O que acha de aprender a consertar flautas?". Sem hesitar e muito feliz respondi que seria maravilhoso. Passei a freqüentar a casa do Marcos diariamente onde ficava quatro, seis e até oito horas consecutivas observando cada detalhe daquele trabalho.

        De início, consertava os instrumentos na casa do Marcos sob sua supervisão, e com o tempo, passei a trazê-los para casa e consertá-los sozinho. Há cerca de três anos, comecei a investir na montagem de minha própria oficina, e através de indicações do Marcos e de contatos que adquiri em minha passagem pelo CEM (Centro Experimental de Musica) do SESC Consolação e do curso de regência da Escola Técnica de Artes de São Paulo, conquistei o reconhecimento de meus primeiros clientes.

        Atualmente desenvolvo trabalhos de manutenção e restauro de flautas e píccolos com o Marcos Kiehl e em minha oficina, para estudantes, amadores e profissionais de diversas regiões do Brasil.




CNPJ: 97.554.045/0001-40 - Inscrição Estadual: 146.271.105.117 - Endereço: Rua. Manuel Morais Pontes, 46 - Vila Albertina São Paulo/SP - CEP 02373-000


Volta ao início